Reprodução
Reprodução

Morre na Espanha a fundadora da Zara

Rosalia Mera, mulher mais rica da Espanha, transformou a marca em uma das maiores redes de varejo do mundo

AP,

16 de agosto de 2013 | 19h02

MADRI - Rosalia Mera,  costureira e uma das sócias fundadoras da loja de roupas a noroeste da Espanha que se transformou na Zara,  uma das maiores redes de lojas do mundo, faleceu aos 69 anos idade.Ela era a mulher mais rica da Espanha.

Inditex SA, empresa proprietária da Zara, emitiu comunicado na sexta-feira confirmando a morte de Rosalia, mas não forneceu detalhes a respeito. A mídia espanhola informou que Rosalia Mera, uma das maiores acionistas da Inditex, sofreu um derrame quando em férias na ilha de Menorca e faleceu na noite de quinta-feira num hospital em La Coruña, cidade onde  nasceu, na região da Galícia.

A rede Zara atua no Brasil e em agosto de 2011 foi investigada  pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) por uso de mão de obra escrava em oficinas de costura "quarteirizadas". As investigações levaram os fiscais a duas casas na periferia de São Paulo, onde 16 bolivianos recebiam R$ 2 por peça produzida, num ambiente insalubre e sem condições mínimas de trabalho, segundo o relatório.

História. Rosalia Mera fundou a primeira loja Zara em 1975 em La Coruña com seu então marido, Armancio Ortega. Ele integrou a lista da Forbes como a terceira pessoa mais rica do mundo.

Originalmente a loja seria chamada de Zorba, homenagem ao filme Zorba, o Grego, mas havia uma faixa com o título a algumas quadras de distância da loja de modo que as letras foram reorganizadas para chegar ao nome Zara.

A loja especializou-se em versões mais baratas de roupas populares caras e a fórmula tornou-se um sucesso,  com novas lojas sendo abertas na Espanha e depois internacionalmente.

Rosalia Mera detinha 6,99% das ações da Inditex, de acordo com registros da empresa na bolsa de valores de Madri e a sua fortuna, estimada pela Forbes, era de US$ 6,1 bilhões. Segundo a revista ela era a 195ª  pessoa mais rica do mundo, mas ocupava a primeira posição como "a mulher mais rica" da Espanha.

 

Aborto. Ela também ficou conhecida pela oposição aos planos do atual governo conservador de mudar as leis sobre o aborto no país. O primeiro ministro Mariano Rajoy está muito próximo da Igreja Católica no tocante a questões sociais e morais e tem repetido que irá reformular as leis de aborto, mas até agora não apresentou  nenhuma proposta.

O governo socialista anterior aprovou lei permitindo que jovens de 16 anos realizem aborto sem precisar de consentimento dos pais.  Rosalia Mera disse que "a lei é perfeita e deve ser mantida da maneira como

está" . Além disso ela se opôs aos cortes do governo em nome da austeridade que afetaram os programas de saúde e educação nacionais.

Além da cadeia Zara, a Inditex é proprietária de lojas como Bershka, Massimo Dutti, Oysho, Pull & Bear, Stradivarius, Uterque e Zara Home. Existem 1.763 lojas Zara em todo mundo e a Inditex possui no total

6.058 lojas e 120.000 empregados.

Tudo o que sabemos sobre:
Zara

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.