Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Morre Rinaldo Campos Soares, ex-presidente da Usiminas

Executivo, que morreu em decorrência de um câncer, trabalhou na siderúrgica de 1971 a 2008

Agência Estado,

21 de abril de 2011 | 16h49

Faleceu nesta quinta-feira, 21, em Belo Horizonte, o ex-presidente da Usiminas Rinaldo Campos Soares, em decorrência de câncer. Soares entrou na Usiminas em 1971, como assessor do departamento de engenharia industrial. Deixou a companhia em 2008, como diretor-presidente. "Sua vida, portanto, confunde-se com a própria história da Usiminas e com o desenvolvimento da siderurgia em nosso País", disse, em nota de pesar, o presidente da siderúrgica, Wilson Brumer.

A privatização e a consolidação da Companhia Siderúrgica Paulista (Cosipa) foram conduzidas na gestão de Soares. "Certamente seu legado permanecerá expresso em nossas usinas, fábricas e escritórios, e também nas comunidades onde a empresa se faz presente", acrescentou Brumer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.