Motorola tem prejuízo de US$ 194 milhões no 1º trimestre

No mesmo período de 2007, a empresa havia informado um prejuízo de US$ 181 milhões

HÉLIO BARBOZA, Agencia Estado

24 de abril de 2008 | 09h50

A fabricante de aparelhos celulares Motorola anunciou hoje que obteve prejuízo um pouco acima do esperado no primeiro trimestre deste ano, de US$ 194 milhões. No mesmo período de 2007, a empresa havia informado um prejuízo de US$ 181 milhões. A receita da Motorola teve queda de 21%, para US$ 7,45 bilhões. As perdas da empresa foram ligeiramente maiores do que a média das projeções de analistas. Além disso, a fabricante de celulares projetou um segundo trimestre mais fraco do que o estimado por analistas. A companhia vendeu 27,4 milhões de celulares entre janeiro e março deste ano, equivalente a 40% menos do total de vendas realizadas nos primeiros três meses de 2007. O faturamento da unidade de dispositivos de telefonia móvel despencou 39%, na mesma base de comparação, ampliando seu prejuízo de US$ 233 milhões para US$ 418 milhões. A Motorola havia alertado em janeiro que a queda nas vendas de celulares seria maior do que as flutuações sazonais típicas, e citou a redução da demanda por alguns de seus produtos, incluindo modelos recém-lançados.No fim de março, a companhia anunciou planos de separar os negócios com aparelhos celulares das demais atividades da empresa no ano que vem, passando a ter uma companhia independente, listada em bolsa. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.