Motos com visual clássico e tecnologia moderna são as estrelas da Triumph
Conteúdo Patrocinado

Motos com visual clássico e tecnologia moderna são as estrelas da Triumph

Com quase 120 anos de história, fabricante inglesa de motocicletas tem uma completa linha de modelos com visual retrô e tecnologia moderna à venda no Brasil; conheça

Triumph Motos, Media Lab Estadão
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

15 de outubro de 2020 | 09h00

A cena em que Steve McQueen, rei do “cool”, salta a cerca de um campo de concentração com sua moto no clássico Fugindo do Inferno, de 1963, já entrou para a história do cinema. As perseguições em duas rodas do ator inglês Daniel Craig, novamente no papel de James Bond, devem seguir pelo mesmo caminho, quando o próximo longa-metragem da franquia, 007: Sem Tempo para Morrer, estrear nas telas no ano que vem.

Embora separados por quase seis décadas, os filmes têm uma coisa em comum. Em ambos, as motocicletas que estrelaram as cenas de ação ostentam a marca inglesa Triumph. E não é por acaso.

Perto de completar 120 anos, a Triumph é uma das mais antigas fábricas de motocicletas em atividade no mundo, senão a mais antiga. Fundada em 1902, na Inglaterra, a Triumph ainda é controlada por empresários ingleses e orgulha-se do seu papel de protagonista na história do motociclismo em todo o mundo, com modelos lendários, como a Bonneville, que deve seu nome aos desertos de sal onde a Triumph Thunderbird, em 1956, bateu o recorde mundial de velocidade, com 344,4 km/h.

E foi justamente nesse rico passado que a fábrica inglesa, instalada no Brasil desde 2012, foi buscar inspiração para a sua linha de motos clássicas modernas. Com o mote “visual retrô, tecnologia de última geração e alta cilindrada – 900 cc e 1.200 cc”, a Triumph criou uma completa família de motos que têm não somente um design tradicional, mas também muita personalidade, além de oferecer aos motociclistas os níveis de pilotagem mais emocionantes que existem, na estrada ou fora dela.

A receita tem dado certo: 50% das vendas globais da marca são de modelos clássicos e, no mercado nacional, representam cerca de 25% das motos vendidas. “As clássicas têm ajudado muito na conquista de mais market share no segmento de alta cilindrada. Hoje, a marca já virou referência mundial em motocicletas clássicas, pelo seu estilo, ciclística e funcionalidade. No Brasil, é um segmento de que o consumidor brasileiro tem gostado cada vez mais, pela qualidade do produto, lifestyle do estilo clássico e perfeita solução de mobilidade para o dia a dia”, afirma Renato Fabrini, general manager da Triumph Motorcycles do Brasil.

Atualmente, a marca comercializa oito modelos diferentes da família de clássicas, para todos os gostos, em suas 18 concessionárias no País. Todas – da urbana Street Twin de 900 cilindradas, passando pela versátil Street Scrambler, até a estilosa Bobber Black e a potente Speed Twin, ambas de 1.200 cilindradas – carregam no DNA a tradição da marca inglesa em criar motos icônicas.

Design com conteúdo

No melhor estilo “Proud to be British”, as motos clássicas da Triumph compartilham a tradicional arquitetura de dois cilindros no motor – uma tradição da terra da rainha. O ronco compassado e o funcionamento linear são características do bicilíndrico.

Além de cilindradas distintas, de 900 cc e 1.200 cc, cada modelo da família de clássicas modernas tem sua história retratada em suas linhas. Elas não são escolhidas apenas para que a moto “pareça” clássica. Carregam a trajetória de mais de um século fabricando motos. Além do design, os modelos são reconhecidos pelos itens tecnológicos que agregam muito à pilotagem e à segurança do motociclista, como freios ABS, controle de tração, acelerador Ride by Wire – que proporciona mais precisão na aceleração –, modos de pilotagem adicionais como o modo Rain – que oferece mais segurança em dias de chuva –, entre outros itens.

Foi justamente o design retrô que atraiu a empresária mineira Edilaine Cristina, de 38 anos, proprietária de um brechó em Belo Horizonte (MG) e também de uma Triumph Street Twin de 900 cc, uma releitura da clássica Bonneville. “Escolhi o modelo porque adoro esse visual vintage”, conta ela, que pilota motos há cinco anos.

Apesar de usar a Street Twin nas ruas da capital mineira, “Di”, como é conhecida, gosta mesmo é de viajar com um grupo de amigos nos finais de semana. “É minha terapia”, conta ela, que se diz apaixonada pela sua moto. “Ela é linda, leve e fácil de pilotar”, elogia.

Em um passeio recente para Acuruí, cidade repleta de cachoeiras e rios nos arredores de BH, não se intimidou nem mesmo com uma estrada de terra. “Se a minha moto fosse alta e pesada, não iria. Mas a Street Twin tem até controle de tração. A moto segura a onda”, conta a motociclista mineira.

O motociclista paulistano Fabio Maca, de 42 anos, também foi fisgado pelo estilo das motos inglesas. Tanto que a atual versão Black é sua segunda Bobber – e ele também teve uma Bonneville T100 anteriormente. “A Bobber é minha moto dos sonhos. Para mim, tem uma coisa muito forte: o estilo. A moto tem personalidade, tem história”, explica o publicitário de formação, mas que hoje é calígrafo.

Descrita como uma moto de design imbatível por Fabio, a Bobber Black também recebe elogios por seu desempenho e segurança. “Minha moto tem freio duplo na dianteira, sistema ABS, controle de tração, modos de pilotagem. Gosto desse visual clássico com toda a tecnologia de última geração”, diz Fabio.

Clássicas com taxa zero

Para promover sua linha de clássicas modernas, a Triumph está com uma campanha promocional com condições especiais para a comercialização de alguns modelos da sua linha de motocicletas clássicas – Street Twin, Street Scrambler, Speed Twin e Bobber Black (ano/modelo 20/20) estão à venda pelo Triumph Smart com taxa zero de juros. As condições fazem parte da campanha “Be Classic”, que estará disponível durante todo o mês de outubro no plano Triumph Smart.

Nesse plano, o cliente ganha um bônus especial de R$ 2.500 ao colocar no negócio a sua motocicleta seminova, tem direito à recompra garantida da sua nova moto no futuro e ainda conta com parcelas acessíveis. “Todas as condições são flexíveis e adaptáveis ao bolso de cada cliente”, completa André Molnár, gerente de Marketing da Triumph Motorcycles do Brasil.

Conheça os modelos clássicos da Triumph que fazem parte da campanha “Be Classic”.

Street Twin

Inspirada no cenário new wave de customização, a Street Twin é o modelo mais contemporâneo, prazeroso e acessível da linha Bonneville. Com motor de 900 cilindradas e 65 cv, a campeã de vendas do seu segmento pode ser adquirida com entrada de R$ 23.183 (53%), 23 prestações fixas mensais de R$ 399 e uma parcela residual final de R$ 12.610.

Street Scrambler 900

A Street Scrambler 900 traz recursos e detalhes exclusivos, projetados para quem gosta de pilotar também nas estradas de terra. Com o mesmo motor de 900 cc, mas um visual rústico, a Street Scrambler 900 traz ainda um distinto sistema de escapamento duplo que complementa o belo perfil Scrambler. O modelo pode ser comprado com entrada de R$ 25.290,73 (52,7%), 23 parcelas de fixas de R$ 399,89 e uma parcela residual no final do contrato no valor de R$ 14.839,92.

Speed Twin

Já a Speed Twin traz acabamento primoroso, com um visual clássico, e motor de 1.200 cilindradas, que produz bons 97 cavalos de potência máxima e muita tecnologia. Feita para quem procura mais desempenho e estilo, a Speed Twin tem preço de R$ 52.550, disponível com entrada de R$ 27.694 (53%), 23 parcelas de R$ 425 e uma parcela residual final de R$ 16.171.

Bobber Black

A Bobber Black, também com 1.200 cilindradas, privilegia o torque de mais de 10 kgf.m para quem prefere um passeio de moto cheio de estilo e personalidade. Com design marcado por pneus largos, linhas minimalistas e banco solo, a Bobber Black vale R$ 54.500, mas sai por R$ 28.722 (53%) de entrada, 23 prestações de R$ 445 e uma parcela residual final de R$ 16.534, na campanha promocional.

Mais informações acesse: http://www.ofertastriumph.com.br/

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.