Movimento com cartão no Natal pode bater recorde

As empresas de cartão de crédito podem bater recorde de movimentação em dezembro deste ano. Está previsto um faturamento de R$ 9,1 bilhões, o maior valor mensal registrado na história dos cartões e volume 15% superior ao de dezembro de 2002. Se confirmado, o valor irá representar 11% da cifra anual dos cartões e 1% do consumo privado do ano. O volume de transações também deve ser o maior já verificado em um único mês: 107 milhões, o que significa 42 operações por segundo. O valor médio da compra foi estimado em R$ 85, também o mais alto da história. As previsões foram feitas pela Credicard.A empresa atribui a expectativa de performance à intensificação do processo de substituição de meios de pagamento, mais do que à possibilidade de reaquecimento expressivo da demanda, disse o vice-presidente de marketing, Fernando Chacon. O crescimento do setor a uma média de 18% ao mês está relacionado à troca do cheque e até do dinheiro por cartões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.