Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Movimento em aeroportos deve crescer 12% em dezembro, prevê Anac

Embarques e desembarques devem totalizar 14 milhões 

Silvana Mautone, da Agência Estado,

23 de dezembro de 2010 | 15h07

A presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Solange Paiva Vieira, afirmou nesta quinta-feira, 23, que o movimento de passageiros nos aeroportos brasileiros deve crescer 12% em dezembro, ante igual mês do ano passado, totalizando 14 milhões de embarques e desembarques. Até o meio-dia de hoje 10 milhões de passageiros passaram pelos terminais aeroportuários.

Solange estima ainda que o setor deve encerrar 2010 com crescimento de 25% ante o exercício anterior, totalizando 160 milhões de passageiros. Desse total, 15 milhões referem-se a voos internacionais.

A presidente da Anac atribuiu parte do crescimento da demanda pelos serviços aéreos ao novo marco regulatório do setor, que segundo ela incentivou a concorrência entre as empresas aéreas, barateando o preço das passagens. "Hoje o preço das passagens de avião estão muito próximas ao praticado pelas empresas de ônibus", disse.

Dezembro: médio de atraso de 22%

A média de voos em atraso nos aeroportos brasileiros no mês de dezembro está em 22%, segundo informações da Associação Nacional de Aviação Civil (Anac). A presidente da agência, Solange Paiva Vieira, estima encerrar o período com uma média de atrasos de 20%. Solange admite, no entanto, que a meta é "ambiciosa". "Consideramos que o serviço esta dentro da normalidade", afirmou a presidente da Anac.

Hoje, os atrasos estão em torno de 30%, o que ela também considerou normal, já que é antevéspera de Natal. Segundo ela, a maioria dos problemas nesta quinta-feira ocorreu até agora nos voos da TAM, que, segundo ela, enfrentou falta de pessoal nos aeroportos de Guarulhos e Salvador. "Alguns funcionários que cuidam do transporte de bagagem não apareceram para trabalhar", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.