MP deve atingir R$ 75 bi do total de dívidas rurais

O Ministério da Agricultura divulgou nesta noite, por meio de sua assessoria de imprensa, as informações detalhadas sobre a medida provisória (MP) com as diretrizes para renegociação e repactuação de boa parte dos R$ 87,5 bilhões em dívidas dos produtores rurais. O texto da MP será assinado hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em cerimônia no Palácio do Planalto. A expectativa é de que a MP seja publicada na edição de amanhã do Diário Oficial da União. Os ajustes feitos por técnicos dos Ministérios da Agricultura e da Fazenda nas últimas horas ampliaram o impacto das medidas, que poderão atingir R$ 75 bilhões do total de dívidas do setor, ou seja, o governo oferecerá algum tipo de benefício para esse total de débitos. Até a noite de ontem, o governo trabalhava com o total de R$ 72 bilhões como o montante a ser beneficiado pelas medidas. No total, 2,8 milhões de contratos serão beneficiados pela regra. O pacote oficializado hoje é o maior para o setor agrícola no governo Lula.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.