MT tem gasolina mais cara do País

O Estado do Mato Grosso tem o litro da gasolina mais cara do Brasil. O combustível atingiu o patamar de R$ 2,20 por litro na cidade de Nova Bandeirantes, no postos de gasolina Codobel, a 980 quilômetros ao norte de Cuiabá.O dono do único posto da cidade, Waldemir Dobri, atribui o reajuste aos preços do frete e à cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). O revendedor garante que, mesmo com a alta, a margem de lucro do seu estabelecimento é de R$ 0,11 por litro, e, segundo ele, está colocando o posto em dificuldades.Sindicato diz que preço é abusivo, mas nada pode fazerO presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Mato Grosso (Sindpetróleo), Expedido Francisconi, considerou abusivo o preço praticado em Nova Bandeirantes. Ele disse que, devido à distância, a gasolina naquele município tem que custar um pouco mais. Mas acha que o valor cobrado pelo posto Codobel extrapola os limites do último reajuste.Segundo ele, o Sindpetróleo não pode fazer nada para brecar a cobrança porque os preços estão liberados e existem órgãos para fiscalizá-los. Para o sindicato, as distâncias entre as cidades não justifica a elevação dos preços. Em Cuiabá, o preço médio é de R$ 1,62. Em cidades localizadas na região norte, os preços do litro da gasolina variam de R$ 1, 89 a R$ 2,13 como na cidade de Apiacás, a 1.300 quilômetros da capital.O proprietário do posto de Nova Bandeirantes, Waldemir Dobri, disse que é "impossível trabalhar com um preço menor". Segundo ele, a gasolina vendida em seu posto é comprada na base da distribuidora Simarelli, onde a gasolina é vendida por R$ 1,89 o litro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.