TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Mudança de salão de beleza pode gerar economia de até R$ 4 mil por ano

Segundo pesquisa da Proteste, preços de corte e coloração de cabelos, depilação, manicure e pedicure podem variar até 92%

Luciana Lino, especial para o Estado

02 Maio 2018 | 15h33

A diferença de preços de corte e coloração de cabelos, depilação, manicure e pedicure em salões de beleza pode variar até 92% nas cidades de São Paulo e do Rio. É o que aponta uma pesquisa da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), realizada em 96 estabalecimentos em São Paulo e em 123 no Rio. Segundo o levantamento, a mudança de salões pode render uma economia de mais de R$ 4 mil ao ano.

A diferença é notável em diversos segmentos. No Rio, a depilação pode custar de R$ 15 a R$ 62, uma diferença de 76%. Já em São Paulo, o custo de pedicure varia entre R$ 20 e R$ 62, com 68% de divergência.

+ Emprego nos setores de atacado e serviços reage em São Paulo

A maior diferença de preço, porém, acontece em corte e coloração de cabelos: na capital fluminense, um salão localizado no bairro da Tijuca cobra R$298 para tingir os fios, enquanto em Madureira o mesmo serviço é oferecido a R$25 – uma variação de 92%.

Em São Paulo, a diferença é parecida: um corte de cabelo feminino sai por R$235 no Itaim Bibi, enquanto que, na Liberdade, é possível encontrar salões que cobrem R$25, uma diferença de 89%.

 

Mais conteúdo sobre:
cabelo Salão de Beleza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.