Mudança de visão sobre juros puxa alta em Tóquio

Os títulos do governo japonêssofreram sua maior desvalorização diária em quase cinco anosnesta sexta-feira, conforme os investidores alteraram suasposições diante das perspectivas para as taxas de juros noJapão e nos Estados Unidos. As principais bolsas asiáticas foram influenciadas pelomovimento de venda de títulos e ajuda de um dólar firme, que seateve aos ganhos acompanhando os sinais de resistência nomercado de trabalho norte-americano mostrado na quinta-feira. O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO fechou em forte alta de2,38 por cento, para 13.863 pontos. Às 8h11 (horário de Brasília) o índice MSCI que reúnemercados da região da Ásia Pacífico exceto Japão tinha levequeda de 0,15 por cento, para 489 pontos. "O movimento de venda nos títulos japoneses decorre de umarápida mudança na visão do mercado sobre a política monetáriados Estados Unidos", afirmou Naomi Hasegawa, estrategista derenda fixa na Mitsubishi UFJ Securities. "Antes o consenso do mercado era de que o Federal Reservemanteria a seqüência de corte em cerca de 1 ponto, mas agora asexpectativas são de que o Fed possa cortar os juros mais umavez e então dar um pausa." No Japão, um dos papéis que mais subiu foram os do bancoMizuho Financial Group, segundo maior do país, que disparou 7,3por cento. As ações do Sumitomo Mitsui Financial Group tambémexibiram alta forte, de 6,1 por cento. A Coréia do Sul também teve um dia animado com a SamsungElectronics, maior fabricante mundial de chips de memória paraeletrônicos, subiu 4,4 por cento depois de anunciar um aumentode 37 por cento no lucro trimestral por conta de fortes vendase margens em telas planas e telefones celulares, quecompensaram o setor de chips mais fraco. "O que estamos vendo neste momento é uma expectativacrescente de que na reunião do Fed na semana que vem, qualquercorte nos juros deverá ser o último por um tempo", disseNagayuki Yamagishi, estrategista no Mitsubishi UFJ Securities. O índice Hang Seng da bolsa de HONG KONG teve queda de 0,64por cento, para 25.516 pontos. XANGAI caiu 0,71 por cento eTAIWAN se desvalorizou em 0,47 por cento. A bolsa de SEUL fechou em alta de 1,41 por cento, a 1.824pontos e CINGAPURA avançou 0,37 por cento. Na Austrália, oprincipal índice da bolsa de SYDNEY recuou 1,16 por cento, a5.587 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.