Mudança nas regras do FMI pode destravar R$ 5,6 bi, diz BNDES

O vice-presidente do BNDES, Darc Costa, disse hoje que as regras do Fundo Monetário Internacional (FMI) relativas a investimentos públicos mantêm travados R$ 5,6 bilhões ? são investimentos já aprovados que não podem ser liberados. Segundo ele, deste total, R$ 2,6 bilhões são relativos a investimentos do setor elétrico e os demais R$ 3 bilhões referem-se a obras e infra-estrutura urbana, especialmente para financiamento de municípios. Darc Costa forneceu os dados ao comentar sobre a decisão do FMI de aceitar a proposta brasileira de desvincular os investimentos públicos em infra-estrutura do cálculo do superávit primário .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.