Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Mujica pede fornecimento maior de energia do Brasil ao Uruguai

Presidente do Uruguai  quer um aumento dos atuais 300 megawatts para 500 megawatts de potência, que seria equivalente a cerca de um terço do consumo uruguaio

Eduardo Rodrigues, da Agência Estado,

19 de abril de 2012 | 15h56

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que o presidente do Uruguai, José Mujica, mostrou preocupação em relação ao abastecimento de energia elétrica no país vizinho. Ele teria pedido um aumento no fornecimento da energia que o Brasil envia ao Uruguai, dos atuais 300 megawatts para 500 megawatts de potência, que seria equivalente a cerca de um terço do consumo uruguaio.

De acordo com Lobão, porém, o Brasil teria dificuldades em aumentar o suprimento de energia, devido à seca nos Estados da Região Sul, que inclusive pode demandar ainda este mês o despacho de termelétricas. "Mesmo assim, vamos utilizar a usina térmica de Uruguaiana para ajudar esse país amigo", disse Lobão.

Ainda segundo ele, na reunião com o presidente uruguaio não foi abordada a questão da intervenção do governo argentino em companhias do setor energético. Segundo Lobão, a atitude argentina não ameaça os investimentos estrangeiros no Mercosul. "Não temos nenhum temor", concluiu Lobão.

O ministro participa nesta tarde do Seminário Nacional sobre Modelo Energético, promovido pela Secretaria-Geral da Presidência da República. O evento não é aberto à imprensa.

Tudo o que sabemos sobre:
MujicaLobãoenergia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.