coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Multidão faz fila em frente a bancos argentinos

Uma multidão de pessoas no micro-centro de Buenos Aires se divide em inúmeras filas em frente às casas de câmbio e bancos para comprar dólares. A infantaria da Polícia Federal se encontra em frente ao Banco de la Nación para organizar as filas. Foram distribuídas 300 senhas mas há uma revolta entre as pessoas que passavam de mil, às 11h. A partir de hoje, as casas de câmbio abrirão somente às 11h30, conforme a nova norma do BC. O Banco Central venderá a moeda norte-americana aos bancos autorizados a operar no mercado a 3,30 pesos, porém os preços que estas entidades oferecerão ao público ainda não está formado. Hoje, o dólar abriu a 3,30 pesos para a venda e 3,20 pesos para a compra nos bancos que vendem a moeda por conta do Banco Central. Essa cotação representa um aumento de 0,20 centavos em relação ao fechamento de ontem. Ontem, o dólar fechou entre 3,10 e 3,15 pesos nos bancos autorizados e entre 3,65 pesos e 4,00 pesos nas casas de câmbio. Leia o especial

Agencia Estado,

26 de março de 2002 | 11h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.