Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Múltis brasileiras surpreendem e trazem US$ 7,3 bi

Num movimento atípico, o Brasil recebeu em janeiro US$ 7,3 bilhões de retorno ao País por investimentos brasileiros feitos por empresas nacionais no exterior. O dinheiro voltou ao Brasil, principalmente, como pagamento de empréstimos recebidos por matrizes de suas filiais no exterior. Em contrapartida, US$ 1 bilhão saiu do País para aplicações de empresas brasileiras em participação no capital de estrangeiras. Segundo o chefe-adjunto do Departamento Econômico do BC, Túlio Maciel, a volta desses investimentos reflete estratégias empresarias, mas não muda a tendência de expansão dos Investimentos Brasileiros Diretos (IBD) no exterior verificada nos últimos anos. Com a entrada de recursos, o IBD fechou janeiro com retorno líquido de US$ 6,3 bi. "Esse tipo de fluxo é volátil. O retorno dos investimentos em janeiro não significa que as empresas brasileiras estejam deixando de expandir os seus negócios lá fora", disse. Para 2011, o BC prevê que o IBD feche em US$ 16 bi.

Fabio Graner e Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.