Múrcia diz que pedirá ajuda ao governo espanhol

A região da Múrcia poderá pedir ajuda financeira ao governo central da Espanha em setembro, disse neste domingo o presidente (equivalente a governador) da região, Ramón Luis Valcárcel. Em entrevista ao jornal La Opinión de Murcia, ele afirmou que poderá pedir de 200 milhões de euros a 300 milhões de euros em ajuda.

RENATO MARTINS, Agencia Estado

22 de julho de 2012 | 15h37

"Ninguém acha que eles vão dar dinheiro; as condições serão duras", disse Valcárcel. A Múrcia, situada no Sudeste da Espanha, tem 430 milhões de euros em pagamentos relacionados a sua dívida a vencer no segundo semestre de 2012.

Na imprensa espanhola circulam as previsões de que seis das 17 regiões administrativas autônomas da Espanha pedirão ajuda financeira ao governo central do país. A primeira foi a de Valência, na semana passada. A imprensa cita como prováveis solicitantes de ajuda também as regiões de Catalunha, Andaluzia, Castela/La Mancha, Baleares e Canárias. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
criseEspanhaMúrciaajuda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.