Murilo Ferreira, da Vale, diz que não foi procurado para ser ministro

O presidente-executivo da mineradora Vale, Murilo Ferreira, disse nesta quinta-feira que não foi procurado para assumir qualquer ministério no novo mandato da presidente Dilma Rousseff, reeleita no último domingo.

REUTERS

30 de outubro de 2014 | 12h47

A declaração foi dada após questionamento feito durante teleconferência com analistas estrangeiros, para comentar os resultados da Vale no terceiro trimestre.

Em sua edição de quarta-feira, o jornal O Globo disse que Ferreira seria um dos nomes cotados para assumir o Ministério da Fazenda.

(Por Stephen Eisenhammer)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAMURILOMINISTERIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.