Na baixa renda, quase 60% estão endividados

O crédito já faz parte do orçamento do brasileiro de baixa renda. Mais da metade (58,8%) dessa população tem hoje até quatro financiamentos contratados e 72,5% parcelam as compras. Os empréstimos avançam nas camadas de menor poder aquisitivo, apesar de o juro cobrado nos financiamentos ainda ser considerado alto por 38,6% dessa faixa da população.Isso é o que revela a pesquisa sobre as Decisões de Consumo do Público de Baixa Renda, uma radiografia inédita dos hábitos de compra desse grupo de consumidores feita pelo Programa de Administração de Varejo (Provar) em parceria com o Canal Varejo.?A população de baixa de renda já conta com o crédito no dia-a-dia?, afirma a responsável pela pesquisa e coordenadora do Canal Varejo, Patrícia Vance. A pesquisa, que ouviu 300 consumidores com renda média mensal familiar de R$ 986,61 na cidade de São Paulo em agosto , mostra que essa população encontra poucos obstáculos para obter empréstimos.Crédito aprovadoA metade dos entrevistados declarou que não enfrenta dificuldades na aprovação do crédito para fazer compras e 53,5% usam os financiamentos oferecidos pelo comércio.?A loja virou banco?, afirma Patrícia. Ela se baseia em outro resultado da pesquisa para fazer essa afirmação, além do grande número de parcerias fechadas nos últimos tempos entre bancos e lojas.A coordenadora observa que, nas questões qualitativas da pesquisa, 40,6% dos entrevistados apontaram a confiança depositada pelos lojistas como o principal sentimento despertado quando conseguem a aprovar o crédito. ?Isso explica por que essa camada da população prefere ir à loja para obter financiamento do que ao banco, que ainda tem uma imagem negativa para esse público. A loja antecipa um sonho de consumo ao aprovar o crédito para a compra de mercadorias.? As informações são do jornal O Estado de S.Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.