Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Na China, quase metade dos livros, CDs e DVDs é pirata

Uma pesquisa realizada na China revelou que 45,5% dos livros, CDs, DVDs e programas de computador comprados no país são cópias ilegais, informou a agência "Xinhua".A pesquisa foi feita com 8.078 moradores de 20 províncias chinesas, urbanas e rurais, entre novembro de 2005 e fevereiro de 2006. A percentagem de pirataria registrou uma redução de 0,5% em relação a 2000.Perguntados sobre seus hábitos de leitura, mais de 40% dos entrevistados confessaram não ter tempo para ler livros e somente 84,1% deles acreditam que a leitura é muito importante, o nível mais baixo desde 1999.A enquete, que é realizada a cada dois anos pelo Instituto de Pesquisa Científica de Publicação da China, mostrou também que os produtos audiovisuais ocupam o primeiro lugar na compra de cópias ilegais, seguidos por livros e programas de computador.Os entrevistados afirmaram desconhecer os direitos da propriedade intelectual e 30% deles se dizem incapazes de distinguir entre um original e uma cópia ilegal.A mesma pesquisa revelou que o número de leitores de livros e publicações escritas continua caindo na China, enquanto aumenta o número dos que lêem na internet.As artes marciais continuam sendo o assunto mais procurado pelos leitores de jornal ou de sites, segundo a enquete.As autoridades apreenderam 8,3 milhões de cópias ilegais de CDs e DVDs em uma campanha de cem dias contra a pirataria que terminará em outubro.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2006 | 07h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.