Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Na expectativa de dados do exterior, Bovespa abre em queda

Rumo da Bolsa de São Paulo nesta quarta será direcionado por Wall Street e notícias de imóveis nos EUA

Sueli Campo, da Agência Estado,

28 de outubro de 2009 | 11h11

A direção da Bovespa nesta quarta-feira, 28, será ditada pelo comportamento dos investidores estrangeiros, que nesta última terça-feira comandaram as vendas de papéis. Assim, o rumo da Bolsa de Valores de São Paulo só deverá ser definido após o início do pregão regular em Nova York e da divulgação do dado de vendas de imóveis novos, às 12h. Logo após a abertura do pregão, às 11h03, o Ibovespa, o principal índice da Bolsa de São Paulo, registrava queda de 0,18%, aos 63.046 pontos.

 

Enquanto monitoram o apetite ao risco, os investidores na Bovespa aguardam o balanço da Vale, que sai após o encerramento do pregão. Os analistas do ouvidos pela Agência Estado esperam queda de 62% no lucro líquido da mineradora no terceiro trimestre, para US$ 1,8 bilhão, ante os US$ 4,8 bilhões obtidos no mesmo período do ano passado, refletindo a combinação de preços mais baixos do minério de ferro e menores volumes de vendas.

 

O resultado desapontador da ArcelorMittal contribui para queda das bolsas na Europa, na faixa de 1,5%. Às 11h00 (horário de Brasília), a bolsa de Londres tem queda de 1,54%; Paris recua 1,43%; e Frankfurt registra baixa de 1,52%.

 

Outra que decepcionou nesta quarta-feira foi a empresa alemã de tecnologia SAP, ao anunciar queda pior que o previsto, de 11% no lucro do terceiro trimestre para 435 milhões de euros (US$ 645 milhões) e informar que as vendas de softwares vão diminuir acima do previsto, por causa da queda dos gastos com consumo.

 

Ainda no lado corporativo, mas no lado financeiro, o Santander, maior banco da Espanha e segundo maior do Brasil, anunciou uma receita líquida de 2,22 bilhões de euros (US$ 3,3 bilhões), praticamente estável em relação aos ganhos de um ano antes e dentro da expectativa dos analistas. O banco destacou que as operações no Brasil foram as principais responsáveis para os números do terceiro trimestre. O Santander Brasil teve lucro líquido consolidado de R$ 1,472 bilhão no terceiro trimestre deste ano, um aumento de 92,16% igual período de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespamercado financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.