Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Na indústria, apenas RJ, PR e PE têm aumento na produção em outubro

Sondagem do IBGE mostra recuo em 11 das 14 regiões pesquisadas no País; maior parque industrial brasileiro, SP teve retração de 2,4% entre setembro e outubro

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2016 | 09h59

RIO - A produção industrial recuou em 11 dos 14 locais investigados na passagem de setembro para outubro, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No maior parque industrial do País, São Paulo, a queda foi de 2,4%, redução mais acentuada do que a média nacional, de -1,1%. Em relação a outubro do ano passado, houve recuo em 13 dos 15 locais investigados na pesquisa, sendo que em SP a queda foi de 6,5%, retração menos acentuada do que a média nacional, de 7,3%.

As exceções se deram no Rio de Janeiro, no Paraná e em Pernambuco na passagem de setembro para outubro. Nesses Estados, houve expansão de 3,4%, 2,7% 1,5%, respectivamente. Em um ano, porém, o desempenho foi positivo apenas no Rio de Janeiro, com um avanço de 5,7%, e no Pará, onde a produção teve um avanço de 2,4% entre outubro de 2015 e o mesmo mês deste ano.

Quanto às demais regiões, os desempenhos mensais foram negativos em Minas Gerais (-7,6%), Pará (-4,2%), Goiás (-3,0%), Amazonas (-2,5%), Santa Catarina (-2,1%), Região Nordeste (-1,2%), Rio Grande do Sul (-1,0%), Espírito Santo (-0,6%), Ceará (-0,3%) e Bahia (-0,3%).

Na comparação anual, os demais recuos foram registrados por Mato Grosso (-21,6%), Espírito Santo (-15,4%), Goiás (-13,7%), Minas Gerais (-11,1%), Amazonas (-8,6%), Ceará (-7,5%), Bahia (-7,4%), Santa Catarina (-4,9%), Rio Grande do Sul (-4,4%), Região Nordeste (-2,6%), Paraná (-2,2%) e Pernambuco (-0,7%).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.