Na Islândia, alta de 12% para 18%

O Banco Central da Islândia elevou a taxa básica de juros da economia de 12% para 18% ao ano, invertendo corte de 3,5 pontos porcentuais feito no dia 15, quando o BC tentou aliviar a pressão sobre a economia do país. O BC informou que o aumento dos juros faz parte de um acordo com o Fundo Monetário Internacional. O país receberá do FMI um empréstimo de US$ 2 bilhões para corrigir a depreciação cambial e restaurar a estabilidade financeira depois do colapso do setor bancário no início do mês. O aumento do juro ontem, segundo o BC, visa a garantir a estabilidade da moeda. A taxa vai recuar novamente se a inflação perder força, segundo o BC. Além disso, o primeiro-ministro Geir Haarde disse que está pedindo recursos adicionais no valor de US$ 4 bilhões à Suécia, Noruega, Dinamarca e Finlândia, além do Banco Central Europeu e o Federal Reserve. Ele afirmou que ainda não recebeu nenhuma resposta.

Dow Jones Newswires, O Estadao de S.Paulo

29 Outubro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.