Nações do sul da África fecham acordo de livre comércio

Os países do sul do continente africano anunciaram hoje, depois de mais de duas décadas de negociações, o estabelecimento de uma zona de livre comércio na região. O anúncio foi feito ao término de uma reunião de cúpula entre os representantes das 15 nações que integram a Comunidade para o Desenvolvimento do Sul da África.O acordo significa a livre circulação de 85% das mercadorias negociadas entre os países que integram o bloco. Apesar do pacto para a redução de tarifas, o comércio entre os 15 países da comunidade pode ser encarecido por licenças de importação e atrasos burocráticos, entre outros problemas.Angola e Congo, dois integrantes do bloco cujas economias foram devastadas por recentes guerras, não assinaram o acordo de imediato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.