Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Não adiantou pagar conta na data certa

Uma das formas de se evitar problemas com a cobrança indevida é guardar os comprovantes de pagamento, como recomenda o Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual. E mesmo assim, o aborrecimento pode ser inevitável. Foi o que ocorreu com empresária Aparecida Darlete Fernandes, de 34 anos. Aparecida comprou, em 24 meses, a sua pick-up S10 pela financiadora Losango, do banco Lloyds TSB. Ela conta que sempre pagou pontualmente as prestações de R$ 619,90. Na 17a parcela, em outubro do ano passado, começaram os problemas. Ela pagou a parcela pelo serviço de Internet do seu banco, como sempre fez . No começo de novembro começaram as cobranças. Ela recebeu uma carta informando não ter pagado a prestação e que seu nome poderia ser registrado nos cadastros de proteção ao crédito. Com medo, Aparecida levou o comprovante de pagamento ao escritório do banco. Lá, foi informada de que fora um engano e que ela poderia desconsiderar o aviso. Novamente, em dezembro, ela recebeu uma carta igual à primeira. Ligou para a sede do Lloyds, no Rio de Janeiro e recebeu a informação de que o pagamento de setembro constava duplicado no sistema. A empresa garantiu que resolveria o problema. A empresária recebeu de dezembro até o dia 23 de janeiro , mais dois telefonemas de duas empresas terceirizadas da Losango para fazer a cobrança. Na última terça-feira, Aparecida tentou falar novamente no Rio, quando foi destratada, segundo conta. Ela pediu ao banco que mandasse uma carta informando que não estava inadimplente, já que tudo não passava de um engano, mas não teve sucesso.O diretor da Losango, Henrique Frayha, reconheceu que houve um erro de processamento e por isso não foi dada a baixa do seu pagamento. "As reclamações procedem e não conseguimos dar a resposta adequada." Segundo ele, a instituição vai enviar a carta informando que ela não deve nada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.