Não apoiarei o corte de imposto sobre salário em 2013, diz Geithner

Secretário do Tesouro dos EUA declarou que apoia a extensão do corte apenas até o fim deste ano

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

16 de fevereiro de 2012 | 15h47

O secretário do Tesouro, Timothy Geithner, disse que não apoiará outra extensão temporária do corte de impostos sobre folha de pagamento no próximo ano. "Isso precisa ser um corte de imposto temporário. Eu não vejo qualquer razão para considerar um apoio a sua extensão em 2013", afirmou Geithner durante uma audiência do Comitê de Orçamento do Senado.

Um acordo aparentemente delineado no início da semana entre os legisladores prevê a extensão do corte da taxa, que reduz os impostos sobre a folha de pagamento para 4,2%, de 6,2%, até o fim deste ano.

Geithner declarou que apoia a extensão do corte até o fim deste ano. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.