Não descarte compra de bônus periféricos na UE, diz Juncker

Os líderes europeus não deveriam descartar a proposta de comprar bônus de países periféricos da zona do euro, mas devem depender muito das nações ricas, disse Jean-Claude Juncker, presidente do Eurogroup.

REUTERS

22 de janeiro de 2011 | 14h29

"Seria errado criar tabus, mas nós não podemos exaurir os países fortes", disse Juncker à revista alemã Der Spiegel.

A revista também informou, sem citar fontes, que a ideia de comprar bônus foi bem recebida pelos ministros das Finanças da zona do euro nesta semana.

Ainda sem citar fontes, a Der Spiegel disse que a medida tem boas chances de se tornar realidade.

"A medida tem boas perspectivas de ser aprovada como parte de um pacote abrangente para estabilizar a zona do euro durante o Conselho Europeu, em março."

Tudo o que sabemos sobre:
MACROJUNCKERBONUS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.