finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Não deve haver retomada da China no 3ºtri, diz DBS

O impasse da dívida norte-americana está sendo o foco de atenção dos investidores mundiais, mas a divulgação do produto interno bruto (PIB) da China no terceiro trimestre, que será publicada na sexta-feira, também deve estar sob os holofotes do mercado.

AE, Agencia Estado

16 de outubro de 2013 | 03h45

A médias das previsões dos 18 analistas consultados pela Dow Jones Newswires sinaliza que o país cresceu 7,8% entre julho e setembro, frente a 7,5% no segundo trimestre. Os analistas do DBS, porém, parecem pouco entusiasmados com essa possibilidade.

"O ritmo de recuperação não deve ser forte a ponto de estabelecer a forma "V", que representaria uma retomada após uma queda.", comunicou a DBS. "Além da demanda global fraca, a procura interna está se recuperando muito lentamente diante da ausência de estímulos econômicos", completou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
chinadbspib

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.