Não faltará dinheiro para projetos para produção, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje aos empresários presentes à solenidade de lançamento do Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa), realizada no Palácio do Planalto, que não faltará dinheiro, no Brasil, para quem tiver projetos para produção. "Não faltará dinheiro para financiamento de projetos neste País, mas é preciso ter projeto", afirmou. "Não dá para financiar idéias, pois idéias a gente manda para universidades e outras instituições". O presidente informou que, só para o Polígono das Secas, o BNDES lançou uma linha de financiamento no valor de R$ 3,8 bilhões. "Se tiver projeto, procure o BNDES", conclamou, afirmando que o que não pode acontecer é acabar o ano com dinheiro no caixa da instituição por falta de interessados. O presidente ressalvou, no entanto, que é necessário que os projetos tenham licença ambiental, pois a legislação será seguida. "Nós não queremos adotar a política do jeitinho", assegurou. "Se tem lei, nós temos de cumprir, e se a lei está defasada, nós temos que mudá-la". Lula relatou que há, no governo, projeto de hidrelétrica aguardando parecer há 14 anos, sabendo-se que a licença não será concedida. "É mais honesto dizer que não vai sair", observou.

Agencia Estado,

30 Março 2004 | 13h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.