"Não há Alca sem Brasil", rebate ministro da Agricultura

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, afirmou hoje que não há Área de Livre Comércio das Américas (Alca) sem o Brasil. A declaração de Rodrigues foi dada em resposta ao embaixador Perter Allgeier, co-presidente americano da Alca, que advertiu ontem que a Alca sairá com ou sem o Brasil. "Gestos como esse ocorrem, pois fazem parte do processo de negociação. Uma Alca sem o Brasil não é uma Alca, é uma Alca B", afirmou Rodrigues.Segundo ele, é necessário um avanço coletivo nas negociações da Alca, dentro dos interesses brasileiros. "Nos interesses brasileiros, o agronegócio é fundamental. Voltar às discussões de política de apoio interno é essencial para que possamos progredir na Alca e também na OMC", completou. Origem da polêmicaA declaração de Allgeier, feita no seminário "O Papel dos Legisladores na Alca", realizado no Congresso, foi um recado indireto ao Brasil, que busca reformular as negociações do bloco comercial, opondo-se à proposta dos americanos. Se não for possível chegar a um resultado positivo na Alca, os Estados Unidos vão buscar o livre comércio com países que estiverem interessados, disse ontem Allgeier."Os Estados Unidos acreditam que o comércio é uma questão-chave para o crescimento econômico", afirmou o embaixador. Ele voltou a destacar a proposta americana de uma Alca abrangente, que exclua apenas os temas que os EUA consideram mais apropriados para discussão no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC): os subsídios domésticos à agricultura e as medidas antidumping.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.