Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Não há crescimento sustentado com inflação alta, diz Meirelles

A uma platéia formada sobretudo por médicos, no Hospital Israelita Albert Eistein, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, ressaltou que ?não há experiência de país que tenha alcançado crescimento sustentado com inflação elevada. Não existe dicomotia entre escolher uma inflação baixa ou crescer mais, este é um dilema falso".Ele afirmou que o governo e o Banco Central vêem como correto o diagnóstico de que o problema no País começou com as dificuldades de financiamento para o setor público nas últimas décadas, o que gerou inflação, desorganização do setor público e juros elevados."O que nos leva a um diagnóstico imediato de que para voltarmos a crescer de forma sustentável, com a taxa de juros cadente, é importante que tenhamos um setor público com as suas finanças organizadas, o que por sua vez significa superávits primários sólidos, previsíveis e sustentáveis", enfatizou o presidente do BC.Ele destacou que "muita gente" tem um diagnóstico diferente para a área fiscal, o de que para crescer mais o governo precisa gastar mais e, consequentemente, reduzir o tamanho do superávit primário. "A nossa visão é de que quanto maior a disciplina fiscal maior será a chance do crescimento sustentado ao longo do tempo, maiores as chances de os juros caírem ao longo do tempo", afirmou o presidente do BC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.