Não há decisão do governo sobre reajuste de combustível, diz ministro

O ministro de Minas e Energia, Francisco Gomide, disse hoje que ainda não há indicação nem decisão do governo no sentido de aumentar os preços dos combustíveis. Ele observou que o preço internacional do petróleo já incorporou a ameaça de guerra no Iraque, mas, no Brasil, a Petrobras tem dificuldade em saber precisamente qual o impacto disso sobre o valor dos combustíveis em reais. Isso porque, segundo Gomide, a forte especulação em torno do dólar impede uma definição de qual a cotação da moeda brasileira em termos reais. Gomide disse que a variação da cotação do dólar está ligada a especulação e não tem base na realidade da economia. Gomide observou, a propósito, que a Petrobras tem sido "conservadora" ao fixar os preços do s combustíveis. O ministro fez essas declarações momentos antes de o presidente Fernando Henrique Cardoso receber, no Planalto, o presidente da Argentina, Eduardo Duhalde, que se encontra em visita oficial ao País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.