carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Não há decisão sobre redução de compulsório, diz Meirelles

O presidente do Banco Central, Henrique Mirelles, disse que não há nenhuma decisão tomada sobre uma eventual redução de alíquotas dos compulsórios. "Não há nenhuma decisão tomada e nós não temos por prática antecipar uma decisão futura", disse. Meirelles também comentou que a medida de sucesso do BC no combate contra inflação terá de ser acompanhada pela volta da inflação à trajetória das metas de 2003, 2004 e 2005. "Não há falta de foco na luta do BC contra a inflação", afirmou o presidente do BC. Perguntado se ainda haveria condições de cumprir a meta ajustada de 8,5% para 2003, ele comentou apenas que este assunto será tratado na ata do Copom, que será divulgada na próxima quinta-feira. "Temos de cumprir os rituais. Não quero adiantar a ata do Copom. Os senhores vão ter de esperar", disse Meirelles.Para ler mais sobre as mudanças na diretoria do BC:» Ilan Goldfajn deixa o Banco Central e será substituído por Afonso Bevilacqua » Meirelles conta que pediu a Ilan para ficar durante a transição » Meirelles explica que não há decisão sobre redução do compulsório » Não foram os "ruídos" sobre juros que provocaram a saída, diz Ilan » Em artigos, Eduardo Loyo prega combate rígido à inflação » Como foi a estratégia do governo para a saída de Ilan do BC » Lula, Alencar e Dirceu não comentam » Saída de Ilan não provoca reflexos no mercado, diz Ciro Gomes

Agencia Estado,

22 de maio de 2003 | 11h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.