"Não quero estrangeiros engolindo brasileiros", diz BNDES

O presidente do BNDES, Carlos Lessa, voltou a defender hoje o controle nacional para as empresas brasileira. Em palestra no 23º Enaex, o ele disse que fica ?cheio de tristeza quando uma empresa nacional passa a ter controle estrangeiro". Ele ressaltou não ter "nada contra controladores estrangeiros", mas quer que as empresas estrangeiras façam "novos empreendimentos no Brasil e não engolindo companhias brasileiras".O presidente do BNDES disse que o banco quer aumentar o coeficiente nacional dos componentes da indústria aeronáutica. Ele lembrou que o BNDES vai emprestar US$ 1,8 bilhão para a Embraer este ano. ?Precisamos da Embraer exportando mais aviões a jato com maior participação da indústria nacional nos aviões exportados?, disse.Carlos Lessa afirmou que na segunda-feira o banco deverá aprovar um projeto de construção de hidrelétrica, um empreendimento conjunto entre o Brasil e o Equador. Lessa não detalhou o projeto, mas disse que insere no objetivo do BNDES de ?integrar plenamente a América do Sul?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.