''''Não usem o cheque especial''''

Em resposta às queixas de vários deputados contra as taxas de juros cobradas pelos bancos no cheque especial, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, aconselhou ontem a população a não utilizar essa modalidade de crédito. ''''O consumidor não deve usar cheque especial'''', afirmou.Mas ele se mostrou contrário à extinção do cheque especial, medida sugerida pelo deputado Virgílio Guimarães (PT-SP). ''''O seu eleitor pode ficar zangado com o fim do cheque especial'''', brincou. Meirelles disse que, às vezes, as pessoas precisam recorrer, em uma emergência, a essa modalidade de crédito. Por isso, sua extinção seria um desserviço à população.Durante o depoimento de Meirelles no Congresso Nacional, os parlamentares o questionaram duramente sobre o atual nível das taxas de juros cobradas pelos bancos e exigiram uma atuação mais firme do BC contra os abusos.

O Estadao de S.Paulo

31 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.