Sebastião Moreira/EFE
Sebastião Moreira/EFE

Nas primeiras horas, Black Friday fatura quase a metade do evento de 2017

Levantamento da Ebit Nielsen mostra que, desde quinta-feira, o faturamento do comércio eletrônico já havia atingido 44% do registrado no ano passado

Dayanne Sousa, O Estado de S.Paulo

23 Novembro 2018 | 14h40

As vendas de Black Friday deste ano começaram em ritmo acelerado, segundo a Ebit Nielsen, que levanta dados do comércio eletrônico. Até o começo da manhã desta sexta-feira, 23, o faturamento já havia atingido quase metade do total faturado no ano passado.

Segundo o levantamento, considerando as vendas feitas na quinta-feira, 22, e nas primeiras sete horas de sexta, 23, o faturamento do comércio eletrônico com o evento já havia atingido 44% do que foi vendido nos dois dias inteiros de 2017.

O faturamento acumulado até o início desta sexta já era equivalente de R$ 992,4 milhões ante um total de R$ 2,1 bilhões registrados em toda a Black Friday de 2017.

Na quinta-feira, a Ebit Nielsen calcula que as vendas cresceram 42% em relação à véspera da Black Friday de 2017. Apenas entre as 19 e 20 horas, o e-commerce já havia faturado R$ 435,4 milhões, número maior que as 24 horas da véspera da Black Friday de 2017, quando a venda chegou a R$ 428,5 milhões. O tíquete médio desta quinta cresceu 6%, chegando a R$ 515.

Já nas primeiras sete horas desta sexta, o tíquete médio se manteve acima de R$ 770. Nas compras pelo celular, o pico de vendas foi registrado entre 6 e 7 horas. 

Para Entender

Black Friday 2018: tudo o que você precisa saber

Maior campanha de vendas promocionais no comércio online e varejo físico do Brasil ocorre, neste ano, no dia 23 de novembro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.