Natura/Divulgação
Natura/Divulgação

Natura confirma negociação para compra da Avon; operação pode chegar a US$ 2 bi

Companhia brasileira informou que ainda discute condições contratuais; ações da empresam tinham queda na manhã desta quarta

Niviane Magalhães, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2019 | 11h04

A Natura confirmou nesta quarta-feira, 22, que está em discussões avançadas com a Avon a respeito da aquisição da empresa, em uma operação que envolve troca de ações (o chamado all-share merger), que resultaria na combinação dos negócios, operações e das bases acionárias das duas empresas. 

No entanto, a brasileira informou que atualmente está negociando os termos e condições contratuais finais da transação e que não há como garantir que "uma transação definitiva será anunciada".

A Dow Jones Newswires publicou que o acordo de compra da Avon pela Natura está próximo de um desfecho e que o acordo pode ser anunciado a qualquer momento, uma vez que os conselhos de ambas as empresas já aprovaram os termos do negócio. Já o Financial Times divulgou que pelo acordo, que seria exclusivamente em ações, a empresa americana é avaliada em mais de US$ 2 bilhões.

"Qualquer potencial transação estaria sujeita às aprovações regulatórias aplicáveis, assim como à aprovação pelos órgãos de administração e bases acionárias das partes", destacou a Natura em comunicado.

Queda na Bolsa

As ações da Natura lideravam as maiores baixas do Ibovespa na manhã desta quarta, com queda de 5,30%, depois que a empresa confirmou a negociação com a Avon.

O analista da Brasil Plural Andres Estevez vê o possível acordo como negativo, uma vez que "comprar uma operação que está sendo avaliada em US$ 1,4 bilhão por cerca de US$ 2 bilhões é um prêmio muito grande dada as dificuldades operacionais da Avon, além das dificuldades que a empresa possui em todas as regiões que atua", explica.

Tudo o que sabemos sobre:
NaturaAvoncosmético

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.