Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Natura tem lucro 17,6% maior no 4o tri, a R$219 milhões

A empresa de cosméticos Natura teve lucro líquido de 219,3 milhões de reais no último trimestre de 2010, expansão de 17,6 por cento sobre o ganho obtido um ano antes, apoiada em um aumento das vendas superior ao dos custos de produção.

REUTERS

23 de fevereiro de 2011 | 20h01

O resultado ficou ligeiramente abaixo da média das previsões de seis analistas consultados pela Reuters, que apontava para lucro líquido de 224 milhões de reais para a empresa no período.

A Natura contabilizou receita líquida de 5,1 bilhões de reais em todo o ano passado, expansão de 21,1 por cento sobre 2009. Se considerado apenas o trimestre passado, a receita aumentou 18,1 por cento na comparação anual, para quase 1,6 bilhão de reais.

"Esse crescimento reflete, além de uma boa execução e lançamentos assertivos, um avanço de 18 por cento no número de consultoras consolidado", afirmou a empresa no balanço.

O custo de produtos vendidos, por sua vez, diminuiu de 31,6 por cento da receita líquida nos três últimos meses de 2009 para 30,9 por cento ao final do ano passado.

No fechado de 2010, a Natura apurou lucro líquido de 744,1 milhões de reais, alta de 8,8 por cento contra o ano anterior.

A empresa assinalou, no demonstrativo de resultados, que se excluído o benefício de amortização do ágio que se encerrou em 2009, o lucro teria crescido 27 por cento.

Já a geração de caixa da companhia, medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), ficou em 357,9 milhões de reais nos três meses até dezembro, 21,4 por cento superior em relação a igual intervalo de 2009. A margem Ebitda trimestral foi de 23 por cento, 0,6 ponto percentual acima dos três últimos meses de 2009.

Enquanto isso, o Ebitda em 2010 ficou perto de 1,3 bilhão de reais, aumento de 24,6 por cento, com a margem anual subindo para 24,5 por cento, ante 23,8 por cento em 2009.

INTERNACIONAL

A participação das operações internacionais na receita líquida consolidada da Natura foi de 7,2 por cento em 2010.

As operações em consolidação --que incluem Argentina, Chile e Peru-- tiveram ganho líquido de 6,4 milhões de reais no quarto trimestre e de 3,7 milhões no ano, revertendo prejuízos de, respectivamente, 3,5 milhões e 1,1 milhão de reais.

A empresa também conta com operações em implantação no México e na Colômbia, que ainda não resultaram em lucros.

No final do último ano, a Natura começou a contar com produção local na Argentina, por meio de parcerias. Em 2011, a empresa adotará a mesma estratégia para os mercados na Colômbia e no México.

(Por Vivian Pereira)

Tudo o que sabemos sobre:
VAREJONATURARESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.