Navio ladrão de batatas

A batata Lay's voltou a ser produzida no Brasil depois de mais dez anos fora do mercado. Em vez de um simples "voltei", a Pepsico, dona da marca, decidiu brincar com a ausência do salgadinho no comercial. "Por que até hoje não tinha no Brasil?", questiona um rapaz no início do filme publicitário, assinado pela AlmapBBDO. Na sequência, a resposta: estivadores "assaltam" os contêineres e devoram a batata no próprio navio.

O Estado de S.Paulo

31 de março de 2014 | 02h03

A filmagem foi trabalhosa. O cargueiro, que partiu da Europa, tinha como destino cinco portos no Brasil. O de São Sebastião (litoral norte de São Paulo) era o quarto - e o navio só poderia ficar lá por 58 horas. Em 22 horas, ele foi descarregado. O tempo restante ficou para a gravação das cenas.

Apesar de todo este volume não ficar evidente no filme, 2 mil pacotes, divididos em 200 caixas, foram usados. Na pós-produção, um polvo gigante foi adicionado por computação gráfica. O bicho também come Lay's.

Quem produziu o comercial foi a Landia. Equipe técnica, atores e figuração somaram 120 pessoas. / N. F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.