Navios deixam o Porto de Paranaguá sem soja

A Assessoria de Imprensa do Porto de Paranaguá informou que os navios que aguardavam o embarque de soja no terminal estão se dirigindo para outros portos, como o de Santos e de Santa Catarina. Segundo a Assessoria, os armadores proprietários das embarcações estão optando por outras programações em portos vizinhos até a retomada dos trabalhos no porto paranaense. A reunião marcada para às 9h entre representantes dos caminhoneiros, dos portuários e a direção do terminal começou com quase duas horas de atraso. O superintendnete do Porto de Paranaguá, Eduardo Requião, não participou do encontro. Uma outra audiência entre trabalhadores e administração deve acontecer fora do terminal, atendendo à exigência de alguns sindicalistas. As reuniões serão mediadas pela Delegacia Regional do Trabalho. As informações são da Agência Brasil.

Agencia Estado,

23 Março 2004 | 15h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.