Negociações sobre Doha fracassam em meio a impasse agrícola

A maratona de conversas sobre a Rodadade Doha fracassou nesta terça-feira em alcançar um acordo, apósnove dias de intensas mas infrutíferas negociações. "Nós estivémos tão perto de concluir", afirmou ajornalistas a representante comercial dos Estados Unidos, SusanSchwab, depois que os países não conseguiram chegar a um acordosobre a extensão das medidas para proteger a agricultura nospaíses mais pobres. "Os EUA continuam comprometidos com a Rodada de Doha. Não éo momento de falar sobre o colapso da rodada", acrescentouSchwab, que aparentava frustração. "Os compromissos dos EUAcontinuam na mesa, esperando respostas recíprocas." Com a previsão de fracasso das conversas, o ministro doComércio da Nova Zelândia, Phil Goff, mantinha esperança de queas negociações possam continuar em algum momento à frente. "Euespero... que o que foi conquistado esta semana possa ser usadopelo menos como base para o futuro", disse. Mas o colapso nas negociações pode atrasar qualquer acordoglobal sobre liberação do comércio por vários anos, alertamespecialistas. As negociações para um acordo comercial global começaram em2001, logo após os ataques de 11 de setembro, na expectativa deimpulsionar a economia mundial e ajudar os países mais pobres. O risco de mais anos de atraso ocorre agora por conta daeleição presidencial nos EUA em novembro e outros fatores. Washington se opôs a uma tentativa de Índia, China eIndonésia de assegurar medidas para proteger seus agricultoresem caso elevação repentina nos volumes de importação dealimentos. Mais cedo, o comissário europeu de comércio, PeterMandelson, instou as partes a buscar um acordo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.