Negócios com dólar paralelo são interrompidos com operação da PF

Os mercados de dólar paralelo do Rio de Janeiro e de São Paulo interromperam suas operações hoje por causa da "Operação Farol da Colina" disparada pela Polícia Federal. Por causa disso, o AE Taxas ? serviço de cotações da Agência Estado - não atualizará mais as cotações do dólar paralelo na tarde desta terça-feira.A "Operação Farol na Colina" é uma continuação da "operação Albatroz" e envolve cerca de 800 agentes em cidades como São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, João Pessoa, Recife, Manaus, e Belém, entre outras. A PF pretende cumprir 215 mandados de busca e apreensão e prisões temporárias envolvendo crimes de evasão de divisas, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.Veja mais informações nos links abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.