Nem eu e nenhum ministro pode decretar valor do dólar, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje, durante seu discurso na abertura da Francal, feira do setor calçadista, que os empresários podem contar com a parceria do governo, mas que nem ele e nem nenhum ministro podem decretar o valor do dólar. A afirmação foi em resposta aos apelos dos empresários, no início do evento, que disseram que a queda do dólar prejudica as exportações. Atualmente, o Brasil é o sexto maior exportador mundial de calçados e o terceiro maior produtor, perdendo apenas para China e India. "Nem eu e nenhum ministro pode decretar que o dólar vai ser tanto", afirmou. O presidente assegurou que o governo tem trabalhado para que o dólar encontre estabilidade e que os produtos brasileiros sejam colocados no exterior a preços competitivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.