Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Nenhuma instituição resiste a saques generalizados, alerta BC

O diretor de Fiscalização do Banco Central (BC), Paulo Sérgio Cavalheiro, afirmou hoje, ao sair da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, que "os fundamentos dos bancos de pequeno e médio porte no Brasil são saudáveis", mas destacou que nenhuma instituição financeira resiste a saques generalizados.Cavalheiro, que acabara de participar de audiência sobre o Banco Santos - sob intervenção do Banco Central -, fez a declaração em resposta a um alerta de consultores de mercado sobre riscos que estariam correndo bancos de pequeno e médio porte neste momento. Segundo esses consultores, as pessoas, após a intervenção do BC no Banco Santos, estão sacando dinheiro dos bancos pequenos e médios e transferindo-o para instituições públicas ou de grande porte.Segundo Cavalheiro, o BC está observando as condições do mercado e, no momento, não vê um acúmulo de liquidez (volume de negócios) nos bancos públicos e instituições de grande porte. Ele ressaltou que o BC acompanha os desdobramentos, no mercado, da intervenção no Banco Santos, e não descartou a adoção de novas medidas, se forem necessárias.Disse acreditar que, por enquanto, a liberação de cerca de R$ 300 milhões dos depósitos compulsórios, realizada a 19 de novembro, tenha sido suficiente para dar mais liquidez às instituições menores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.