Nestlé e Unilever multadas por reduzir quantidade de produtos

A Nestlé e a Unilever foram multadashoje em R$ 1,06 milhão pelo Departamento de Proteção eDefesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, por teremreduzido as quantidades comercializadas de alguns de seusprodutos, sem informarem devidamente os consumidores. As multasforam aplicadas de forma cautelar, paralelamente ao processoadministrativo que o DPDC decidiu abrir contras as duasempresas. A Nestlé foi acusada, por denúncias publicadas naimprensa, de ter diminuído de 200 para 150 gramas o conteúdo dasembalagens de biscoitos. A Unilever, conforme acusação do Proconde Goiás, reduziu de 500 para 450 gramas a quantidade do cremede tratamento Seda Ceramidas. No despacho em que aplica as multas, a diretora do DPDC,Amanda Flávio de Oliveira, afirma que se constatou de fato quehouve a alteração, sem ampla divulgação ao mercado, como manda alei. Por essa razão, ela determinou ainda que as duas empresas,independementemente da conclusão do processos e das multas,divulguem nos meios de comunicação as mudanças que promoveramnas embalagens dos produtos.Nestlé negaA multinacional suíça divulgou hoje um comunicado à imprensa em que afirma não acreditar em decisão desfavorável à empresa. "Não acreditamos em decisão definitiva porque não lesamos o consumidor, visto que fizemos uma ampla comunicação de forma clara, precisa e destacada na época da mudança por meio de splash informativo nas embalagens dos produtos e farto material de ponto-de-venda", afirma o gerente de assuntos corporativos da Nestlé, Francisco Garcia.No comunicado da Nestlé, Francisco Garcia afirma que aintenção da empresa em diminuir o peso de seu biscoito foi o de reduzir o preço do produto e torná-lo mais competitivo.

Agencia Estado,

18 de julho de 2002 | 19h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.