bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Nestlé exportará Nescafé para Rússia, AL e Caribe

A Nestlé vai investir R$ 95 milhões na construção de uma fábrica em Araras, interior do Estado de São Paulo, para produzir seu tradicional café solúvel Nescafé. Os recursos são um pouco superiores aos R$ 80 milhões anunciados para a fábrica anteriormente.A produção da unidade, estimada em 22 mil toneladas por ano, será totalmente destinada à exportação para os mercados de Rússia, América Latina e Caribe. A Nestlé já produz Nescafé em outra unidade em Araras. São 20 mil toneladas por ano, sendo 50% para o mercado interno e o restante para o externo.De acordo com o presidente da Nestlé do Brasil, Ivan Fábio Zurita, as 32 mil toneladas de Nescafé (10 mil da unidade antiga e as 22 mil da nova) serão destinadas em 60% para a Rússia e Ucrânia e 40% para Caribe e América Latina - estes últimos, mercados onde a empresa ainda não vende o produto.No total, a Nestlé tem duas unidades na cidade paulista que produzem, além do Nescafé, achocolatados e refrigerados. A empresa projeta para este ano exportações de US$ 150 milhões, ante US$ 85 milhões em 2001, sendo 50% da receita proveniente do café.Os chocolates devem responder por R$ 100 milhões das vendas externas, divididos igualmente entre produtos Nestlé e Garoto - empresa recém-adquirida pela multinacional suíça.Segundo Zurita, a empresa planeja antecipar o início de produção da nova fábrica de 2004 para o segundo semestre de 2003, por causa dos custos competitivos.A unidade fabril será construída em um terreno de 3,2 mil m² e contará com três prédios principais, totalizando 5,5 mil m² de área construída. O novo empreendimento vai criar cerca de mil empregos, entre diretos e indiretos.O executivo, acompanhado do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Martins Altenfelder Silva, oficializaram o início da construção.A empresa vai investir ainda ao longo deste ano R$ 350 milhões de marketing, além de US$ 150 milhões em equipamentos e fábricas (foram US$ 140 milhões no ano passado). Além disso, serão mais R$ 100 milhões nos Centros de Distribuição, localizados em Cordeirópolis e São Bernardo do Campo, (SP), Rio de Janeiro e Recife (PE).Para o segundo jogo do Brasil na Copa do Mundo, neste sábado, a empresa vai colocar no ar um anúncio, com duração de cinco segundos, que recebeu investimentos de R$ 10 milhões. Dez minutos antes do jogo, a propaganda mostrará que a Nestlé é a pátria do leite. Será mostrada uma bandeira do Brasil, que se fundirá com uma lata de Leite Ninho.A companhia de origem suíça está no Brasil desde 1921, quando iniciou sua produção também na cidade de Araras. Atualmente, possui 23 fábricas no País e emprega cerca de 220 mil profissionais, entre diretos e indiretos. Em 2001, a empresa produziu 1.014 mil toneladas e faturou R$ 5,7 bilhões na comercialização de mais de mil itens, entre produtos para alimentação, nutrição humana e rações destinadas a animais de estimação.A Nestlé nasceu em 1867 na Suíça, com Henry Nestlé, ao fabricar a farinha láctea Nestlé. Atualmente, é uma das maiores indústrias de alimentos do mundo, com 500 fábricas espalhadas pelos cinco continentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.