Nikkei fecha em queda com realização de lucros

Lideraram as perdas ações com maior peso no índice, como as da Fast Retailing, com queda de 2,3% e as do SoftBank, com recuo de 1,4%

25 de setembro de 2013 | 07h46

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em queda nesta quarta-feira, com realização de lucros e um dólar mais fraco. Por outro lado, os papéis da Tokyo Electron avançaram acentuadamente após a empresa afirmar que chegou a um acordo com a Applied Materials sobre uma fusão.

O índice Nikkei encerrou o pregão em baixa de 0,8%, aos 14.620,53 pontos, após a queda de 0,1% na terça-feira. O dólar estava em 98,64 ienes por volta do horário de fechamento da Bolsa de Tóquio, em comparação com 98,93 ienes do encerramento da sessão anterior.

Ações com grande peso no índice lideraram a queda. A Fast Retailing cedeu 2,3% e o SoftBank perdeu 1,4%. Exportadores recuaram com um dólar mais fraco. A Olympus Corp perdeu 1,8% enquanto a Kyocera Corp teve baixa de 0,8%.

Entre os fatores que puxaram as ações para baixo estão as incertezas sobre a política monetária do Federal Reserve. "Os investidores institucionais estrangeiros não devem voltar para o Japão até um rali nos mercado dos EUA", disse Takeshi Yamaguchi, gerente sênior de fundos na Mitsui Sumitomo Asset Management. "As incertezas sobre a política monetária dos EUA devem desencadear reações nervosas para os indicadores econômicos e devem manter o mercado japonês em um intervalo limitado de variação em sessões com participação relativamente baixa por enquanto", acrescentou.

Empreiteiras em geral estiveram entre as piores performances. O Deutsch Bank rebaixou os papéis da Taisei, a Shimizu Corporation e a Kajima para "vender", de "manter". O trio perdeu 2,9, 2,0% e 2,0%, respectivamente.

Por outro lado, as ações da Tokyo Electron subiram 13% após a notícia de que deve se fundir com a Applied Materials. A medida criará uma empresa de US$ 29 bilhões em valor de mercado. O acordo deve ser concluído na segunda metade de 2014.

A companhia terá ações listadas no Nasdaq e na Bolsa de Tóquio. Os acionistas da Applied Materials obterão uma ação da nova empresa para cada ação que detêm, enquanto os acionistas da Tokyo Electron obterão 3,25 ações para cada uma. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.