Nível da produção industrial volta a cair em junho

Após ter um suspiro de alta em maio, a produção industrial brasileira voltou a cair em junho, segundo a Sondagem Industrial divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A produção ficou em 45,5 pontos no mês passado, em uma escala de 0 a 100 pontos em que números abaixo de 50 indicam contração. Em maio, a produção do setor estava acima deste patamar limítrofe, em 51,6 pontos, saindo de um nível de 45,3 pontos em abril.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

24 de julho de 2012 | 11h30

O número de empregados na indústria recuou mais em junho que no mês anterior, segundo o mesmo levantamento. O indicador de evolução estava em 48,9 pontos em abril, cedeu para 48,7 pontos em maio e atingiu 47,2 pontos no mês passado.

De acordo com a CNI, a indústria brasileira operou, em média, com 72% da capacidade instalada em junho. O indicador recuou 1 ponto porcentual entre maio (73%) e o mês passado, mas encontra-se 1 ponto porcentual acima do quadro visto em abril (71%). De acordo com a CNI, em junho do ano passado, a operação da indústria contava com 73% de sua capacidade instalada.

Ainda olhando a utilização da capacidade instalada, a sondagem detectou que a atividade do setor está mais desaquecida em junho (41,8 pontos) do que em maio (44 pontos). Além do baixo uso das plantas, a CNI informou que os estoques do setor permanecem elevados, ao variar de 51,8 pontos em maio para 51,5 pontos em junho.

Tudo o que sabemos sobre:
CNIsondagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.