Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Nível de emprego na construção cresceu 9,3% em 2006

O nível de emprego na construção civil cresceu 1,14% em agosto, na comparação com o mês de julho, segundo levantamento do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) e da FGV Projetos, realizado a partir de dados do Ministério do Trabalho. Em 2006, o nível de emprego na construção brasileira cresceu 9,3%, segundo o Sindicato.Em agosto, o setor empregou 1,525 milhão de trabalhadores formais. De acordo com a pesquisa, foi o maior número defuncionários desde agosto de 1995.Dos 17,2 mil novos empregados em agosto, 60% foram contratados em obras de edificações e 5,3% em obras de infra-estrutura. Segundo o SindusCon-SP, os dados reiteram a expectativa de que o Produto Interno Bruto (PIB) do Setor aumente 5,1% em 2006.No acumulado de 12 meses, o aumento foi de 9,2%. No Estado de São Paulo, o número de empregados do setor aumentou 6,5% em 2006 e 7,6% em 12 meses. No mês de agosto, o crescimento em São Paulo foi de 1,37% em relação a julho. Na capital, o aumento do nível de emprego na construção civil foi de 2,3% em agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.