bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Nível de emprego na construção sobe 1,1% em abril

O nível de emprego formal na construção civil brasileira subiu 1,1% em abril na comparação com março, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) e da FGV Projetos, com base em pesquisa do Ministério do Trabalho. Segundo a entidade, o desempenho corresponde ao preenchimento de mais 15,5 mil vagas formais no setor.No acumulado do ano até abril, o setor gerou 58,4 mil empregos, o que representa um aumento de 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado. No fim do mês, a construção civil brasileira registrava 1,454 milhão de trabalhadores formais, a maior parte (1,155 milhão) ocupada no segmento de obras e o restante no de serviços. No acumulado de doze meses, houve ligeira queda relativa no crescimento do emprego, com alta de 9,8% contra os 10% dos 12 meses anteriores.Em São Paulo, foram contratados 3,7 mil trabalhadores formais em abril, 0,96% a mais que em março. No quadrimestre, o crescimento acumulou alta de 3,22%. No fim de abril, o setor empregava 397,2 mil pessoas no Estado, com alta de 8,9% no acumulado de doze meses.A maior valorização de abril foi registrada na região de Presidente Prudente, com inclusão de 225 trabalhadores (+4,31%). Já a maior queda relativa ocorreu na região de São José dos Campos, com redução de 1,31%, ou 452 vagas a menos.Segundo o Sinduscon, o emprego na construção civil na região Sudeste do Brasil registrou em abril incremento de 10,291 mil vagas (alta de 1,3% na comparação com o mês anterior). Já no Norte, houve elevação de 0,2%, com a abertura de apenas 115 vagas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.