Nível de emprego na indústria de SP cai 0,02% em outubro

O nível de emprego na indústria paulista, apurado pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), recuou 0,02% em outubro ante setembro, o que significou o corte de 395 vagas. O resultado, significativamente pior do que o verificado em outubro do ano passado, quando foram criadas 8,46 mil vagas é o pior do ano apurado pelo Ciesp. De janeiro a outubro, o nível de emprego subiu 2,68%, com a criação de 52,11 mil postos de trabalho.O recuo de 0,02% no nível de emprego antecipou o processo sazonal (referente a este período) de demissões que normalmente acontece em novembro e, com mais intensidade, em dezembro. Segundo o diretor do Departamento de Economia do Ciesp, Boris Tabacof, o corte de 395 vagas em outubro não chegou a surpreender os empresários. "É lógico que a política de juros altos e câmbio valorizado ia bater nos indicadores industriais", afirmou o empresário.Para o Ciesp, o nível de emprego industrial começou em outubro um movimento de queda que deve continuar nos primeiros meses de 2006. "Não há qualquer razão que nos sugira a possibilidade de sustentabilidade no emprego. O resultado da política econômica não permite um crescimento maior", ressaltou o empresário.De acordo com a série histórica do emprego do Ciesp, iniciada em 2001, outubro de 2005 foi o pior resultado para o mês desde 2001, quando a variação foi negativa em 0,49%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.