finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Nível do câmbio atual é o adequado, diz Mantega

Cotação alcançada nesta segunda-feira, 23, de R$ 2,20, agrada ao ministro; comandante da Fazenda reforçou que ‘ câmbio é flutuante no Brasil’

Francisco Carlos de Assis, da Agência Estado,

23 de setembro de 2013 | 18h47

SÃO PAULO - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira, 23, à Rádio Band News, que o patamar atual do câmbio - dólar cotado a R$ 2,20 - é o adequado. Mantega reforçou, entretanto, que esse nível pode mudar. "Pode subir, pode descer", disse.

Nesta segunda-feira, a moeda americana fechou as negociações cotada a exatamente R$ 2,20, depreciada em 0,86% em relação à semana passada.

Perguntado sobre qual seria o patamar ideal do dólar, o ministro repetiu o que vem sempre respondido quando lhe é feito esta pergunta: "Não trabalhamos com um patamar de dólar".

De acordo com ele, a volatilidade dos últimos meses foi motivadas pela antecipação dos mercados ao Federal Reserve (Fed, o banco central americano). Emissões mensais de US$ 85 bilhões da autoridade monetária dos Estados Undios nos mercados mundiais podem ser suspensas em breve, mas ainda não se sabe quando.

"O dólar chegou a R$ 2,45 e hoje está em R$ 2,20, portanto, ele se acalmou", afirmou o ministro.

"Estamos com menos turbulência e eu diria que nestes patamares, é bom para a economia brasileira que esta volatilidade tenha diminuído", disse. "O câmbio é flutuante no Brasil."

Tudo o que sabemos sobre:
dólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.